24horas em Kuala Lumpur, capital da Malásia!

Para quem está viajando entre a China e o Sudeste Asiático, o aeroporto de Kuala Lumpur é quase passagem obrigatória. Graças a sua posição estratégica, a capital da Malásia é um grande hub aéreo, com milhares de vôos chegando e partindo a todo instante, muitos deles baratíssimos, em especial os da low cost Air Asia e Singapore Airlines.

Putra Mosque
 Eu estava saindo de Hong Kong para Tailândia quando resolvi fazer um stop de 24 horas na cidade e devido a distancia do aeroporto para o centro (mais de 50km) achei que não conseguiria ver muita coisa, mas dei sorte pois era feriado e a cidade estava sem transito algum. Alugamos uma daquelas vans por um dia inteiro e conseguimos ver bastante da cidade para concluir o quão desenvolvido é este país que foi muito discutido por mim na década de 90 por fazer parte dos famosos tigres asiáticos.


A Malásia foi o primeiro país de maioria muçulmana que visitei na Ásia mas mesmo assim consegui notar referencias Hindu e muitas tradições chinesas no dia-a-dia dos malaios. Essas influencias que o país sofre é possível perceber também na comida. Assim como seus vizinhos, um dos pratos típicos tem como base o arroz, é o nasi lemak. Não agradou muito meu paladar, não só pelas anchovas como também pela pasta picante de pimenta malagueta que veio bem mais forte do que imaginei.


Hospede-se no centro, mais especificamente no Butik Bintang o bairro mais descolado da cidade. 

Visite:

Como chegamos a noite e muito cansados, acabamos nos hospedando perto do aeroporto e na manhã seguinte nosso passeio começou pela capital administrativa de Putrajaya, pois era nosso caminho até o centro. Putrajaya é uma cidade planejada que fica 25km ao sul de Kuala Lumpur. Visitamos a Putra Mosque, a sede do Parlamento, passamos pela Putra Bridge, pelo Palácio da Justiça, dentre outros prédios públicos  e tivemos de cara uma ótima impressão do país, com ruas largas e limpas.



De lá, seguimos para o National Palace (Istana Negara) ,  onde vive a família real da Malásia.




Em seguida, fomos para a Petrona Towers - essa torre, sem duvidas, é o ponto alto de uma visita à Kuala Lumpur, eternizada no filme "A Armadilha" com Sean Connery e Catherine Zetha Jones é possivel se sentir parte da historia ao vê-la de perto.



Nessa área se concentram muitas atrações, como o Suria KLCC Shopping, que inclusive está interligado com a Petrona Towers e é uma ótima opção de almoço. O Suria na verdade é um gigantesco complexo de lojas. Onde você pode encontrar muitas grifes, jóias e excelentes restaurantes (alguns estrelados) que ficam no ultimo andar.

Meu pai no Suria
A Kuala Lumpur Tower, ou Menara Tower, construída em 1995 está entre as torres mais altas da Ásia e proporciona uma excelente vista panorâmica da cidade e da Petrona Tower. Quando fomos estava rolando uma exposição no térreo, com apresentações culturais e fui até convidada a dançar com as malaias.

VIsta da torre
Apresentação de dança local

Pagando mico 


E pra terminar o dia sugiro sair andando pela Bintang Walk para desfrutar de ótimas massagens, sentar num bar com musica ao vivo ou apenas jantar em uma das muitas opções que encontrar. 

By Rê. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário