Banhos Termais em Budapeste

Depois da minha experiencia com o Hamam, que é o banho turco (leia aqui), cheguei em Budapeste cheia de expectativas com os banhos em aguas termais, afinal eles são uma tradição na cidade há anos e por lá dizem que tem mais de 50 deles, então tomando por base a já vivida experiencia turca separei um dia free, livre de turismo ou qualquer obrigação só para descansar e curtir as famosas termas...

Esses banhos iniciaram com o Império Romano e foram levados a Hungria também por eles que ocuparam aquele territorio por muito tempo e são nada mais do que Banhos Públicos e pontos de encontro, onde todos vão para conversar, relaxar, ou como vimos um grupo de senhores fazendo: jogar alguma coisa, como xadrez ou dama. Para mim lembrou um pouco nossos clubes ou spas.



O Banho escolhido por nós foi o Szechenyi que junto ao Gellert são os maiores e mais famosos da cidade. O negócio é gigantesco mesmo e fora a arquitetura confesso que ñada me impressionou. Sendo muito grande consequentemente tem muuuita gente, tivemos dificuldade pra agendar massagem e nos achar lá dentro... tudo é muito dificil, pra pegar toalha então você precisa deixar um depósito calção... achei tudo muito impessoal! E realmente não curti a experiencia :(
Mas como já estavamos visitando a terceira cidade, já tinhamos andado bastante naqueles dias, acabou sendo bem providencial e serviu para descansar os pés... e fazer aquela massagemzinha básica que tanto amo! Escolhemos uma massagem relaxante tailandesa, que dei nota 7!


Depois da massagem fomos para a piscina. Dentro do complexo há varias delas, as abertas, ao ar livre e as cobertas, cada piscina está numa temperatura, tem piscinas com água muuuito quente, médias, e até geladas, o que pra mim apesar de ser primavera era completamente impossivel. Escolhemos uma das mais quentes, se não a mais, e ficamos por alí observando a movimentação e relaxando a musculatura...


As piscinas de dentro, da área coberta achei mega decadente, a agua inclusive parecia escura e não consegui ficar por lá... um lugar muito grande como esse e com tanta gente admito que é dificil estar impecavel o tempo todo, mas faltava uma reforminha e mais atenção a limpeza. Depois acabei me arrependendo um pouco de não ter procurado um banho termal menos turistico, menor, ou até mesmo um turco lá por Budapeste que está repleta também deles, mas aí não tinhamos mais tempo pra isso...

A graça e essencia dos banhos termais está na água que dizem ser medicinal, com várias propriedades curativas e apesar de todos afirmarem que a caracteristica vulcanica da cidade é bem aproveitada uma vez que todos estes lugares coletam a água mineral quente e a usam nos seus banhos, não é o que parece, acabamos nos sentindo numa piscina normal como qualquer outra... O banho e Spa Gellert pelo que vi tem a mesma estrutura desse, mas de repente não custa tentar outra coisa ou mesmo ir atrás desses menores onde acredito que de fato você poderá sentir mais a essencia do verdadeiro e original banho termal, ou at least more glamour. :)

Bjos,

By Rê.


ps.:Toda a experiencia custou R$ 130,00 - sem a massagem é menos da metade disso.

Um comentário:

  1. Excelente sugestão de atividade para fazer em Budapeste! É realmente imperdível a experiência dos banhos termais! Lindo artigo!

    ResponderExcluir