O que ver e fazer em Budapeste!

Como ficamos hospedados no lado Buda, começamos nosso passeio pelo mesmo lado.
Seguimos direto para umas das melhores vistas da cidade que na minha opinião é a maneira ideal de começar fazer turismo, tendo uma vista panoramica do lugar você consegue entender sua logistica e disposição e assim tudo fica mais fácil.


Só a caminhada pelas ruaszinhas de Buda, sem nenhum ponto turistico famoso, ja estava uma delicía... prédios historicos, casas antigas, janelas floridas e restaurantes charmosos, parece que estavamos numa cidade cenografica e quando nos deparamos com a Mátyas Templon ( Igreja de São Mateus) quase tive a certeza que era tudo de mentira, uma fofura, com seu estilo Neogótico, o telhadinho colorido, masssss... infelizmente estava em reforma!  :(




 
















                                             

Bem ao lado da igreja, no alto da colina de Buda está o Bastião dos Pescadores, na minha opinião um dos lugares mais bonitos de Budapeste. Trata-se de uma homenagem às 7 tribos magyares que fundaram a Hungria e que estão representadas em cada uma das 7 torres, mas o nome foi dado devido a associação de pescadores que era responsavel pela segurança dessa área do muro da cidade. É legal visitar o monumento depois do castelo e de tudo que você quiser fazer em buda porque dá pra descer pelas escadarias da frente e sair à beira do Danubio.


  
Fizemos ao contrario e só depois fomos ao Castelo de Buda, um prédio imponente que domina a margem esquerda do rio e a sua frente está voltada para o Danubio, sendo que o nosso acesso à ele é por trás.
O antigo castelo abriga hoje a Galeria Nacional, com pinturas, obras de artes e reliquias da historia húngara.



Um passeio por Buda pode facilmente durar um dia... depois, assim como a gente, atravesse para Peste. Na verdade antes de irmos à Peste, literalmente paramos no meio do caminho, numa ilhota que fica no meio do Danubio e abriga uma área enorme, verde, com algumas pequenas atrações. Para ir até lá você precisa pegar aqueles trens de superficie amarelo que lhe leve à Ponte que passa em frente a Margit Island (Ilha Margarida), entramos andando na ilha, mas lá dentro o ideal é alugar bicicletas, mas vc pode pegar um onibus ou mesmo caminhar como a gente... é na verdade um parque, com muitas pessoas se exercitando pela orla que circunda toda a ilha, tem um clube com piscinas e áreas para praticar esportes, biergartens, sorveteria, etc. O legal mesmo é aproveitar para descansar, sentar e ver o movimento pelo rio, ou tomar uma cerveja no por-do-sol. Recuperar o folego para continuar o bate-perna...



Dalí pegamos o memso bondezinho amarelo (dessa vez acho que o número2) que seguiu a margem do rio e descemos na altura da Vorosmarty Ter, ficamos passeando por alí e vendo o vai e vem dos turistas, a bela vista do castelo, até chegar na Vaci Utca, decidimos sentar num charmoso italiano, estávamos além de mortos, famintos e nada melhor do que brindar Budapeste com um bom vinho hungaro.



Nosso turismo nos dias seguintes ficou todo por conta do lado Peste, no dia seguinte nossa primeira parada foi no Parlamento para comprar ingresso, pois o ideal é que passe cedo por lá antes de começar seu tour de cada dia, os ingressos costumam esgotar rapidamente e ainda tem a questão dos tours em linguas diferentes, por exemplo em ingles já estava esgotado e acabamos fazendo em espanhol. O predio do parlamento húngaro é algo muito impressionante, absurdamente grande e bonito! na época da inauguração ele era o maior do mundo, hj em dia não eh mais, mas continua representando o maior orgulho da sua nação.



 
 
Ele ocupa a margem direita do rio (Peste) e graças a ele a vista de Buda se torna algo maravilhoso de ver e na minha opinião não perde em nada para o parlamento britânico que é outro prédio sensacional! Durante todos os dias que passamos em Budapeste não deixamos de nos impressionar todas as vezes que olhavamos para ele e para o Buda Castle, não cansamos, não nos acostumamos, é algo mesmo de tirar o folêgo.

Na verdade, essa cidade me tirou o folego diversas vezes e nem gosto muito de falar assim aqui no blog porque acabo por criar expectativas demais nas pessoas e isso não é legal, o legal mesmo é chegar sem esperar muito e ser surpreendido a cada esquina, como aconteceu conosco na Hungria... massss, como eh a verdade, tenho que falar aqui minha opnião e sorry! kkkk...
A Basílica de São Estevão, é também linda, que juntamente com o Parlamento são as duas obras mais altas da cidade. A basílica levou esse nome em homenagem ao primeiro rei hungaro que casou-se lá duas vezes e onde 45 anos mais tarde foi canonizado.
Não nos contentamos em apreciar apenas o estilo neoclassico dela então subimos os 364 degraus pra aprecisar a vista de lá, maravilhosa! Salve São Estevão, salve Budapeste!


 














                                               
A Praça dos Heróis e sua imensidão também é uma atração a parte, não deixe de visitar também a Ponte de Széchenyi, que a noite fica belamente iluminada;  a Sala de Concertos Vigadó onde montamos um piquenique bem em frente :)) O Museu de Belas Artes e o Museu Etnografico, todos prédios belissímos.

                                                                   Praça dos Héróis


Vigadó


Ainda vou falar das ruas, compras e, claro, dos famosos banhos termais... no proximo post! ;)

Bjos,

By Rê Antunes.


3 comentários:

  1. Re, MUITO bom ler de Budapeste!! Eu AMEI a cidade demais e voltei lá de novo esse ano. Simplesmente perfeito!!!
    Adorei ler aqui tb.. me ajudou a matar as saudades.
    Bjosss

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Manu!! Me apaixonei pela cidade tb!! Voltarei um dia ;)))

    Bjão flor

    ResponderExcluir
  3. Oh my goodness! Impressive article dude! Thank you, However I am encountering troubles with
    your RSS. I don't understand why I cannot subscribe to it.
    Is there anybody else getting similar RSS problems?
    Anybody who knows the solution will you kindly respond?
    Thanx!!

    Check out my site - gormiti pelit

    ResponderExcluir