München - Munique, Alemanha!

Por algum motivo que eu não sei bem qual, nunca tive muita simpatia com a Alemanha... Nunca tive vontade de conhecer nenhuma de suas cidades, mas acabei indo por conveniencia à Frankfurt e praticamente obrigada (pelo meu namorado) a Munique, (pois ele queria tentar ver a final da Championgs League).

 
Achei uma completamente diferente da outra, mas hoje vou falar de Munique, que foi a viagem do mês passado, e o nosso primeiro destino dessa ida à Europa de 2012.

Munique é capital da bavaria, tem 1,4 milhoes de habitantes, a terceira maior cidade alemã e onde acontece a maior e mais famosa festa da cerveja: Oktoberfest!

A cidade é banhada pelo Rio Isaar e foi bastante destruida na Segunda Guerra, mas muito foi recuperado, o que justifica o forte turismo da região hoje em dia, e fazendo dele uma de suas principais atividades.

Como se a Alemanha soubesse da minha antipatia tratou logo de me dar boas vindas ao seu modo "gentil". Chegamos no aeroporto e como sempre faço seguimos para o centro de informação, onde costumo pegar mapas e pedir informação quanto a melhor maneira de chegar no meu hotel, estações de metro perto, dentre outras duvidas. Fomos informados por uma moça (sem paciencia) de q o ideal era ir de shuttle buses, compramos entao o ticket que custou €10,50 e nos fez esperar mais de meia hora dentro dele, antes de sair. Quando descemos do onibus fazia um frio o qual não estavamos vestidos para aguentar, algo como 5 graus ou menos, com chuva e uma ventania, logo em seguida descobrimos que a estação de metro era mais perto do nosso hotel do que onde o onibus nos deixou. Andamos uns 15 min ou mais num frio terrivel, de bater o queixo e doer os dedos, tive que pedir ajuda com a mala para  poder cobrir as mãos. Aff! Welcome to Munich! E a primeira dica é: cheque com atenção sua estação no mapa do metrô e tvz seja melhor ir nele por mais que o guichê de informação lhe diga outra coisa ;)



Compramos o ticket do metro para 3 dias por € 23,70 (os 2) e vale ressaltar que poderiamos ter usado do aeroporto pra casa, sem precisar pagar o onibus caro, que demorou a sair e nos deixou longe.

Quando ir: A primavera e inicio do outono é sempre a melhor época para visitar essas cidades da Europa, pois a temperatura é mais amena e os lugares estão menos lotados. Mas quanto a Munique, outro periodo é interessante, e com certeza, bem mais animado: Outubro, quando acontece a Oktoberfest. ja quero até voltar pra ver do que exatamente se trata essa festa :))
Sempre soube que a Alemanha era fria e tudo mais, mas não esperava pegar 5 graus em plena primavera, quase verão... portanto, casaco grosso, daqueles bem quentinhos é meio regra nessa trip, pois o tempo pode ser bem imprevisivel.

Como chegar: A Lufthansa e TAM fazem vôos diretos saindo de São Paulo; saindo do Rio precisa fazer escala ou em São Paulo ou Munique. mas é possivel viajar também TAP, Air France, British, etc. fazendo escala nos países de cada companhia. A passagem sai por aprox. USD 1.400,00.


Onde ficar: Para turismo, sem duvidas a melhor opção é ficar no centro proximo a Marienplatz, com a maioria das atrações por alí você pode fazer tudo andando. Outra idéia é ficar proximo a Leopoldstrasse uma rua cheia de bares e restaurantes e com animação noturna, essa foi nossa ideia e pegamos um Ibis que achavamos ser perto, na verdade ele até era perto da rua mas só que pro norte dela quando o movimento e animação estavam totalmente pro sul e a rua é enorrrrme, heheh... se quiser um custo beneficio, uma otima opção é o Mercure de Leopoldstrasse que é bem no meio do burburinho.

Leopoldstrasse
O que ver e fazer:    NO PROXIMO POST!



Minha idéia de Munique foi de uma cidade jovem e alegre, um povo cervejeiro e feliz que nem parece a imagem dos alemães sérios e carrancudos que encontrei em Frankfurt. Na verdade, depois de me interar mais sobre eles, fui entendendo que há uma grande diferença entre as pessoas dessa região da Bavaria do resto da Alemanha, eles inclusive rivalizam entre si e de fato, começo a achar que eles são mais interessantes, talvez por isso hoje digo que adorei conhecer Munique, ver os castelos do Rei Ludwig (O Rei Louco da Baviera), descobrir a alegria de viver dos jovens da Bavaria ou dos estudantes imigrantes que escolheram ser vizinhos de diversas Biergarten, e mesmo não tendo ido a Oktoberfest vou associar sempre essa cidade à essa grande festa da cerveja, às suas deliciosas wursts e ao famoso Joelho de Porco.

Bjos,

By Rê.


3 comentários:

  1. estive em Munique em julho de 2012, tudo é maravilhoso saudades

    ResponderExcluir
  2. Verdade, gostei bastante da cidade tb Donizete!

    ResponderExcluir