Suiça - Eu no primeiro mundo!

De volta das longas, animadas e cansativas férias, estou de novo por aqui pra dividir com meus queridos e poucos leitores (num bommmm humor hoje, rs...) tudo que vi nesse mês de junho mundão afora e, claro, Sem Escalas!!!

Depois de anos de promessas em visitar minha madrinha que mora na Europa e é casada com um alemão, finalmente a visita saiu, agora em Junho de 2011. Pra vocês verem, quando começamos a prometer ela ainda morava na Alemanha e agora já tá há uns 5 anos na Suiça, ou seja, como enrolamos hein?! heheh... mas o importante é que deixou de ser promessa e além de descobrir que a filha dela é uma fofa, o marido simpatissíssímo, ainda descobri que ela é uma daquelas pessoas que moram fora e na contra-mão dos fatos, nos dão orgulho de ser brasileira, graduada na Alemanha, conquistou a única vaga de medicina que tinha para América Latina, especializada em Psiquiatria, trabalha numa clinica nos Alpes Suiços, numa vila de pouco mais de mil habitantes, super competente e descolada, como se descobrir tudo isso não bastasse, ainda... Descobri a Suiça!

Essa é a Sarah, uma princesa que ja tenho saudades!!
 Ficamos por lá uma semana que eu achava que seriam suficiente diante do tamanho do país, mas infelizmente não deu pra ver tudo que gostariamos mas deu pra ter uma boa noção do país e constatar o quanto ele é caro!
É claro que é tudo lindo, de primeirissimo mundo, que vc paga caro mas tem bons serviços, cidade limpa, bem cuidada, povo muitissimo educado e hospitaleiro, mas as vezes os preços chegam a ser absurdos e não é a toa que Genebra e Zurique estejam entre as cidades mais caras do mundo, elas de fato são. A moeda deles é o Franco Suiço que vale quase 2 reais e lá há muito mais máquinas do que pessoas trabalhando, Rs... mas é quase isso.
O país tem uma boa malha viária, e as viagens são fantasticas, com visuais de tirar o folego, para consultar horarios e fazer reservas de trem clique aqui.

Os carros ficam assim: abertos, com tudo dentro, nas ruas!

Apesar do país ser muito pequeno há uma grande mudança de cultura e idiomas quando se vai de uma cidade pra outra. Em alguns lugares como em Genebra você pode encontrar tantas pessoas que falam portugues quase como se tivesse em Portugal, que tomam vinho e comem queijo tanto quanto os franceses, enquanto em Zurique as salsishas são comida tipica do país assim como na Alemanha. Enfim, o país sofre muita influencia de diversas culturas européias, não só pela proximidade geografica, nem pela historia dividida com esses povos, mas tb em razão da presença de inúmeras Organizações Internacionais que se encontram no país. Só Genebra por exemplo, conta com mais de 20 organizações internacionais e mais de 250 organizações não governamentais e é considerada o centro mais importante da diplomacia e da cooperação internacional, depois de Nova York. A economia suiça é principalmente orientada para serviços, o setor financeiro do país é importante e antigo, especializado em Banco privado (com gestão de mais de 1 bilhão de dólares ativos) e no financiamento do comércio internacional.


Os banheiros publicos tvz sejam mais limpos e cheirosos do que o meu! heheh

As cervejas e salsishas alemães, hummm

Descobrir a Suiça valeu cada centavo de franco suiço, me surpreendi com a educação do seu povo que de nada lembra seus vizinhos de cima, alemães e muito menos os de baixo, franceses. Uma experiencia gostosa com muitos dias a base de cerveja de trigo (as famosas Weissbier) e Foundee, eu diria que uma verdadeira delicia de viagem, com detalhes nos proximos posts! ;)


Bjos,

By Rê.

3 comentários:

  1. Rê de My...Adoro passar por aqui e ler suas aventuras!!

    BEIJOCAS

    ResponderExcluir
  2. Oi Renata, tudo bem? adorei seu blog! Estava pesquisando sobre Berna e achei você aqui...amei! Estou indo para Frankfurt em 20/12 e de lá, dia 26/12 vamos para Berna! Que frio!!!! kkkkk Ficaremos alguns dias em Berna e depois em Basel! De Berna, depois que li suas dicas, vamos a Interlakes, né? Você conheceu Mürren? Vamos alugar um carro para irmos de Frankfurt para lá...Mas estamos com receio por ser inverno, né? Não sabemos como ficam as estradas...Alguma dica? Desde já agradeço sua atenção! Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rê - Blog Sem Escalas30 de setembro de 2013 13:53

      Poxa Juliana, lamento não poder te ajudar... pois nunca visitei a Alemanha no inverno! Mas se informe bastante tvz nessa epoca seja melhor esquecer o carro e ir de trem ;)

      Excluir