China - Beijing ou Pequim

Cheguei no aerporto de Beijing a tarde, sem hotel, ou reservas de passeio, em pleno feriado chinês do Dia Nacional (que se estende por uma semana, de 01 a 07/10), fui direto ao guichê de informações escolhi um hotel e tb fiz reservas para a muralha da China no dia seguinte, tranquilo... sem maiores problemas. Beijing é uma cidade enorme com uma ótima estrutura para turistas, em especial no que diz respeito a quantidade de hotéis.
Pé na estrada pra curtir o feriado! ;)


Mas tenho que dizer que definitivamente coincidir sua viagem com feriados chineses não é uma boa escolha, mas como eu naum tinha opção, pois eles me deram um visto de 15 dias então precisamente no dia 04/10 eu precisava deixar a China, fazer outro visto em Hong Kong e voltar, aí decidi aproveitar o feriado e passar os 3 ultimos dias antes de sair da China em Beijing ao inves de Hangzhou.

Pequim ou Beijing, como é conhecida, é a capital da China e tem cerca de 10 milhões de habitantes. Seu nome ja foi mudado várias vezes como consequencia da perda do posto de capital, cada mudança no nome significava a retirada do elemento jing ou king que quer dizer "capital".

A cidade foi capital do Império Chinês de 1421 a 1911. No entanto a Dinastia Ming foi a mais importante delas, nesse período que foi construído o cartão postal da cidade: a Cidade Proibida! Além de outros como o Templo do Céu e a reconstrução da Praça da Paz Celestial e da Muralha da China.

Eu visitei as Tumbas da Dinastia Ming, fica à 50km de Beijing, próximas a Colina de Tianshou. A construção tem cerca de 40km² , demorou 200 anos pra ser concluida e absolutamente tudo foi feito de acordo com as teorias do Feng Shui. Nela estão enterrados 13 imperadores da Dinastia Ming, cerca de 23 imperatrizes, príncipes, princesas e concubinas que viveram lá no período de 1368 a 1644. Na superfície foram construidos palácios, pavilhões, etc. Cada imperador tem seu próprio Mausoléu e as tumbas contam a história dos 13 imperados que governaram a China por 230 anos.


Estátua do Dingling e o montinho de $$ em baixo

A maioria das tumbas não é aberta a visitação. Na verdade acho que só uma é, a do imperador "Dingling" que governou a China por 50 anos, um período de bastante crescimento econômico pro país, o que talvez explique as pessoas acharem que colocando dinheiro aos pés da estátua o imperador lhe trará fortunas, pra elas eu não sei, mas quem sabe pro pessoal que trabalha lá :)

A historia da Dinastia Ming é impressionante, desde o que foi feito como governantes até os bastidores. À exemplo a forma de organizãção deles, a forma de vida sustentável, o exército de 1 milhão de pessoas, e principalmente a concubina que virou imperatriz, pois a imperatriz principal não pôde dar luz a um filho homem então a concubina o fez e quando assumiu o império, na morte da mãe, o filho declarou-a imperatriz e deu a ela o enterro digno de uma. Tio matando sobrinho e assumindo o trono, diversos e "pacíficos" (heheh) acontecimentos marcaram a dinastia que caiu em 1644 com o seu ultimo governante se enforcando no jardim imperial.


A tumba é um ótimo passeio no caminho da muralha. O trânsito estava caótico, a cidade super lotada, então só conseguimos chegar à Great Wall , (que fica a apenas 60km) com duas horas de viagem depois.

É dificil encontrar adjetivos pra traduzir a primeira vista da muralha. É absolutamente fantástico! Aquelas montanhas enormes que se encontram na área conseguem perder sua predominancia pra algo construido pelo homem... fortificações construidas anteriormente que começaram a ser unidas e assim, por volta de 220 anos ANTES DE CRISTO, inicia-se a construção da maior estrutura militar do mundo: A muralha da China (Great Wall).


A grande importancia estratégica e historica da muralha se traduzem na quantidade de pessoas que a visitam e na capacidade de cada um de entender o seu valor arquitetonico. Patrimonio Mundial desde 1987 a Muralha da China é uma das maravilhas do mundo com toda a razão de ser.


Visitá-la pode não ser fácil, pois os degraus são muito ingremes, disformes e as vezes muito muito altos que chegavam a bater quase no meu joelho, mas eu diria que vale cada esforço e no final do passeio por mais que as suas pernas tremam (como as minhas) de cansaço o sorriso vai estar no seu rosto!
 

Olha a quantidade de gente
Um casal da Colombia e 2 amigos de Brunei
Foi um dia agrádavel, com muitas aulas sobre diversos lugares. Nosso tour tinha uma moça da Síria, dois de Brunei, o casal da foto de colombianos, um austriaco, mexicano (americano) e uma chinesa (americana). Queria até saber qual a chance matematicamente de encontrar duas pessoas de Brunei de uma vez só, já que o país inteiro tem um pouco mais de 300 mil habitantes, heheh... Nosso passeio terminou com um engarrafamento na saida da muralha e uma espera de 4 horas pra conseguir sair do estacionamento, por um momento fiquei nervosa pq alguém disse que já leu notícias sobre engarrafamentos na China que demorava dias para se chegar de um ponto a outro, mas no final das contas deu tudo certo, apenas perdemos a visita a uma casa de massagem por causa do horário, mas vimos a luzes da muralha se acenderem o que foi fascinante!

Uma visita a Beijing requer pelo o menos 4 dias de viagem, infelizmente eu tive só 2 e meio, minha visita foi corrida demais, mas deu pra sentir o quanto a cidade é dinamica e desenvolvida, sem deixar de ser tradicional. Passeios como a Cidade Proibida, o Templo do Céu e a Praça da Paz Celestial são imperdíveis.

Em um dos portões de entrada da Cidade


A vista da cidade proibida de cima de um templo em frente

A Cidade Proibida foi o palácio imperial da China desde meados da Dinastia Ming até ao fim da Dinastia Qing. O título de Cidade Proibida surgiu pelo facto de somente o imperador, sua família e empregados especiais tinham a permissão para entrar no conjunto de prédios do palácio. Trata-se de uma cidade dentro de outra cidade. O complexo consiste em 980 edifícios sobreviventes, com 8.707 secções de salas e cobre 720.000 metros quadrados, é praticamente impossível ver tudo!
     
   
Quem viu o ultimo Karate Kid lembra desse portão
Você precisa também passar na Wusi Street para ver o mercado super turistico de comidas e quem sabe experimentar alguma coisa. Bem, eu fui bastante corajosa como vc pode ver no video abaixo, mas vc não precisa fazer o mesmo, principalmente em casa! heheh... 

O vendedor e suas várias opções

Os clientes, comendo cobra, barata, etc.

   
  
Achei o escorpião o mais tranquilo de todos pra se comer, então... foi! Hehehe... Realmente não tem gosto de nada e esse video ta pra lá de sem graça, já que eu precisei repetir tudo umas 3 ou 4 vezes, até os chineses entenderem que era um filme e não uma foto eu ja tinha comido o espetinho quase todo, heheheh!

A Wangfujing Street é uma rua enorme e larga de pedestres onde estão os principais shoppings da cidade. Esse mercado de comida é bem ao lado. É famosa pelas lojas e enorme quantidade de turistas, os letreiros  lembram a Picadily Circus de Londres e a Times Square de NY. Mas as lojas que vc encontra lá estão em todos os lugares do mundo que vc vá, então aproveite pra visitar os mercados noturnos que sempre são a grande atração de cidades como essa, dentre os principais estão: Dongdan Street, Xidan Street, Donghuamen Gate and Longfusi Temple area.
  
Pequim é limpa, pode ser muito fria no inverno, é bastante internacional e encantadora. Não sou muito fã de grandes cidades, de lugares muito modernos, pois são poucos os que conseguem viver com o velho e o novo juntos e muitas vezes substituem o primeiro, o que eu acho uma pena!

Esse não é o caso de Pequim que guarda muito bem seu passado, pra nossa sorte!

Bjos,

By R.A - from China

6 comentários:

  1. Mto bom seu post e seu blog, irei para Pequim segunda feira e me ajudou em mta coisa!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Lilian, tenha uma otima viagem! Tenho certeza que vai adorar a cidade!

    ResponderExcluir
  3. Gostei das dicas. Irei para Pequim em junho e a sua perspectiva do local e sugestões me ajudaram. Obrigada.

    ResponderExcluir
  4. Oi Re, vc poderia indicar onde fez o tour para a Muralha?

    Estou deveroando seus posts, muito bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao lembro o nome da empresa, mas reservei no Guichê de Informações do aeroporto mesmo, na chegada. Mas todos os hoteis oferecem ou indicam empresas que fazem. Bjos

      Excluir